Comissão de Fundação

Charlotte Galves | Universidade Estadual de Campinas

charlotte Charlotte Galves doutorou-se em Português pela Universidade de Paris IV- Sorbonne, e atualmente é Professora Associada no Departamento de Linguística da Universidade Estadual de Campinas. Tem publicado extensamente sobre a sintaxe comparada do Português Europeu e Brasileiro, tanto da perspectiva sincrônica como diacrônica. É coordenadora e idealizadora do Corpus Anotado do Português Histórico Tycho Brahe, a primeira e mais ampla coleção de textos em português com anotação automática de estrutura linguística – um projeto ativo desde 1998, que inclui pesquisadores da linguística, da computação e da matemática. Além da história da língua portuguesa, seus interesses de pesquisa incluem a modelagem probabilística da mudança linguística – ela é hoje uma das pesquisadoras principais do projeto   Mathematics, Computation, Language and the Brain (MaCLinC), sediado no Numec da Universidade de São Paulo.

 

Dália Guerreiro | Universidade de Évora

dalia-guerreiro_2013Doutoranda em Ciências da Informação e da Documentação pela Universidade de Évora; mestre em Estudos de Informação e Bibliotecas Digitais, pelo ISCTE-IUL; pós-graduada em Ciências da Informação e da Documentação, variante Bibliotecas, pelo ISLA – Universidade Europeia; licenciada em Física, pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. É membro integrado do Centro Interdisciplinar de História, Cultura e Sociedades da Universidade de Évora/Fundação para a Ciência e Tecnologia, como investigadora na Linha 3 – Bibliotecas, Literacias e Informação no Sul (CIDEHUS-UÉ/FCT – LIBIS). É bolseira da Fundação para a Ciência e Tecnologia. Integrou a equipa que iniciou e desenvolveu o projeto da biblioteca digital na Biblioteca Nacional e, na DigiCult -Produções Digitais, de que é sócia, tem realizado a metacodificação e edição digital para as bibliotecas digitais da Universidade de Lisboa e da Universidade de Coimbra, entre outras.

 

Daniel Alves | Universidade Nova de Lisboa

danielDaniel Alves é Professor Auxiliar no Departamento de História da FCSH, Universidade Nova de Lisboa, e investigador no Instituto de História Contemporânea (IHC). Tem um doutoramento em História Económica e Social Contemporânea (2010) e um mestrado em História do Século XIX (2001). Desde Novembro de 2011 é membro integrado do Grupo de Trabalho 1 (Espaço e Tempo)  da Network for Digital Methods in the Arts and Humanities (NeDiMAH), financiada pela ESF e dedicada ao desenvolvimento de abordagens digitais para a representação e análise das dimensões espaciais e temporais. As suas áreas de interesse são a História Contemporânea, a História Económica e Social, a História Urbana, a História das Revoluções e as Humanidades Digitais. Entre outras publicações, tem alguns artigos publicados em revistas científicas nacionais e estrangeiras, sobretudo sobre História Económica e Social e SIG aplicado à História.

Patrício Nunes Barreiros | Universidade Federal de Feira de Santana e UNEB

PatricioPatrício Nunes Barreiros é doutor em Letras e Linguística pela UFBA, mestre em Literatura e Diversidade Cultural (UEFS), professor do Departamento de Ciências Humanas da Universidade do Estado da Bahia UNEB (campus de Salvador) e do Departamento de Letras e Artes da UEFS. Líder do Grupo Interdisciplinar de Estudo de Acervos de Escritores Baianos – CNPq, desenvolve pesquisas nas áreas de Acervos de Escritores, História Cultural das Práticas de Escrita, Crítica Textual e suas interfaces com o meio digital. É autor do livro “Sonetos de Eulálio Motta” (UEFS Editora, 2012) e do modelo de hiperedição dos panfletos de Eulálio Motta (www.eulaliomotta.com.br).

 Rita Marquilhas | Universidade de Lisboa

ritaRita Marquilhas é especialista em história da cultura escrita e Professora Associada da Faculdadade de Letras da Universidade de Lisboa, onde ensina disciplinas de linguística histórica, crítica textual e linguagem e comunicação. Tem desenvolvido investigação sobre o estudo interdisciplinar e a edição digital da escrita quotidiana, sua língua, seus agentes, seu contexto social. É autora de dois livros sobre cultura escrita – Norma Gráfica Setecentista (1992) e A Faculdade das Letras: Leitura e Escrita em Portugal no século XVII (2000, 2003) – e contribui ativamente para o debate científico nessa mesma área, quer em artigos de revistas científicas, quer em congressos internacionais. Atualmente, é investigadora responsável de um projeto financiado pelo European Research Council e dedicado à busca, estudo e edição digital de escritos do quotidiano português e espanhol da Época Moderna – séculos XVI a XIX, Post Scriptum: A Digital Archive of Ordinary Writings (Portugal and Spain).


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s